terça-feira, 19 de setembro de 2017

Governo anuncia duplicação da SP-255 entre Araraquara e Jaú

17/09/2017 - G1 São Carlos e Araraquara

Segundo Geraldo Alckmin, obra deverá gerar 1,3 mil empregos e ser concluída em 4 anos.

Geraldo Alckmin visita a região de São Carlos e discute com deputado federal

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou no sábado (16) a duplicação da Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-255), no trecho entre Araraquara e Jaú.

"Em 30 dias a nova concessionária já deve assumir a operação da Rodovia dos Calçados, porque ela começa em Itaporanga, divisa com o Paraná, e vai até Franca. E nós teremos a duplicação de Jaú, passando por Boa Esperança do Sul, até o município de Araraquara, e depois até a SP-318. Nós vamos ter R$ 5 bilhões de investimentos na região em obras estruturantes", afirmou o gestor durante visita a Nova Europa.

Segundo Alckmin, a obra deverá gerar 1,3 mil empregos e ser concluída em 4 anos.

Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-255) liga Araraquara a Jaú  (Foto: Reprodução/EPTV)
Rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP-255) liga Araraquara a Jaú  (Foto: Reprodução/EPTV) 

A visita de Alckmin à região começou por São Carlos. No município, ele entregou 197 viaturas a três batalhões do interior e discutiu com o deputado federal Major Olimpio (SD-SP).

Em seguida, o governador viajou para Trabiju, onde liberou R$ 150 mil para recape e recursos para a compra de um caminhão-pipa. O governador também prometeu a entrega de uma ambulância e se comprometeu a ajudar na finalização da obra de uma creche.

Já em Nova Europa, Alckmin liberou R$ 200 mil para recape e, como em Trabiju, acompanhou a chegada da carreta Mulheres de Peito, em que mulheres com mais de 50 anos podem fazer mamografias, ultrassonografias e biópsias.

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Após cinco meses paradas, obras de duplicação da BR-163 são retomadas

11/09/2017 - Campo Grande News

Anahi Zurutuza e Aline dos Santos

Operários trabalha na pavimentação de um dos trechos da BR-163 (Foto: Cleber Gellio/Arquivo)
Operários trabalha na pavimentação de um dos trechos da BR-163 (Foto: Cleber Gellio/Arquivo)

Paradas desde 12 de abril, as obras de duplicação da BR-163 foram retomadas na semana passada pela CCR MSVia. Os operários da concessionária trabalham em trechos próximo a Nova Alvorada do Sul e também a Jaraguari.

A promessa era retomar as obras no dia 1º de setembro, mas conforma a assessoria de imprensa, os dias de “atraso” se deram porque a empresas precisava montar o canteiro de obras.

O anúncio da retomada foi feito pelo diretor-presidente da concessionária, Roberto de Barros Calixto, após participar de reunião com deputados e prefeitos de cidades do entorno da rodovia, na terça-feira (22), na Assembléia Legislativa, em Campo Grande.

Histórico – Em abril, a CCR MS Via suspendeu as obras de duplicação da BR-163, que corta o Estado de Norte a Sul, e protocolou na ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) pedido de revisão do contrato.

A BR-163 cruza 21 municípios em Mato Grosso do Sul, desde Sonora, na divisa com Mato Grosso, até Mundo Novo, na divisa com o Paraná. Dos 845,4 km concedidos, a concessionária deveria duplicar 798,3 km. As praças de pedágio foram ativadas em setembro de 2015 após a duplicação de quase 90 quilômetros da via.

Os postos de cobranças foram instalados em Mundo Novo, Itaquiraí, Caarapó, Rio Brilhante, Campo Grande, Jaraguari, São Gabriel do Oeste, Rio Verde de Mato Grosso e Pedro Gomes.

Reajuste - A ANTT publicou resolução nesta segunda-feira (11), no Diário Oficial da União, oficializando o aumento de até 8,6% no pedágio.

O preço muda conforme a praça de pedágio, mas os reajustes ficaram entre 40 e 50 centavos, variando entre R$ 4,60 e R$ 7,80.

DER diz que retomará duplicação da SP-79

11/09/17 - Jornal Cruzeiro

Equipe Online - online@jcruzeiro.com.br 
      
As obras foram paralisadas em março de 2015 por conta de processos de desapropriação - ERICK PINHEIRO/ARQUIVO JCS

O Departamento de Estradas de Rodagem (DER) realizou nesta segunda-feira, 11, em sua sede, em São Paulo, sessão pública para a abertura de propostas de preço das empresas interessadas em concluir as obras de duplicação da Rodovia Waldomiro Corrêa de Camargo (SP-079). Segundo o DER, 15 empresas encaminharam suas propostas para concorrer ao certame, na modalidade Licitação Pública Menor Preço.

Os serviços de duplicação, realizados com recursos do Tesouro do Estado, abrangem 23,12 quilômetros da SP-079, entre o km 47,58 e o km 70,70, nos municípios de Itu e Sorocaba. As obras foram paralisadas em março de 2015 por conta de processos de desapropriação que tramitavam em âmbito judicial e que, segundo o DER, foram equacionados pelo Estado. 

O lote 1 foi executado em 96,04%, e o lote 2 chegou aos 98,04%. Além da recuperação do pavimento asfáltico e da implantação de nova sinalização horizontal e vertical nos trechos restantes, serão construídas oito passarelas ao longo de toda a extensão duplicada: nos km 49 / 52,6 /61,7 /62,8 /64,6/ 66,26/ 67,76 e 68,78. A menor proposta registrada foi de R$ 14,5 milhões, representando desconto de 42% em relação ao valor orçado, que era de R$ 25,07 milhões. 

A partir de agora, o DER fará a análise da documentação para posterior homologação e adjudicação da vencedora. A previsão é de até 60 dias para análise técnica das propostas e publicação do resultado no Diário Oficial do Estado. Os serviços devem começar até novembro deste ano. A conclusão está prevista para seis meses após o início dos trabalhos. (Assessoria de imprensa/Secretaria de Transportes)

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Retomada duplicação da GO-213, que liga Morrinhos à Caldas Novas

04/09/2017 - Mais Goiás

A obra envolve também a construção da ponte sobre o Rio Piracanjuba, bueiros, retornos, acessos

Retomada duplicação da GO-213, que liga Morrinhos à Caldas Novas
Homens e máquinas executam serviço de terraplanagem e preparam o terreno para receber pavimentação (Foto: Goiás Agora)

Com recursos do programa Goiás na Frente, a Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) retomou a duplicação dos 48 quilômetros da GO-213, que liga Morrinhos à Caldas Novas, importante rodovia de acesso a um dos principais pontos turísticos do Estado.

No momento, homens e máquinas executam serviço de terraplanagem e preparam o terreno para receber pavimentação. Além da construção da segunda pista, a obra envolve a reconstrução da pista existente, construção da ponte sobre o Rio Piracanjuba, bueiros, retornos, acessos, iluminação, sinalização horizontal e vertical e paisagismo no canteiro central.

Até o momento, cerca de 30% da duplicação foram concluídos nas duas extremidades e abrangem os trechos de Caldas Novas ao entroncamento com a GO-139 e a entrada de Morrinhos. Restam mais 30 quilômetros da obra, prevista para ser concluída no segundo semestre de 2018.

O custo estimado da duplicação será de R$ 152 milhões. Com isso, a Agetop garante aos motoristas mais segurança e tranquilidade para trafegar na GO-213, muito utilizada por quem viaja de São Paulo, Brasília ou Goiânia para Caldas Novas, pela BR-153.

sábado, 2 de setembro de 2017

Rui e Temer na China dão o pontapé inicial da ponte Salvador-Itaparica

01/09/2017 -

Governador assinou memorando de entendimento com empresas; Obra vai custar R$ 7,671 bilhões

Levi Vasconcelos
Foto: Divulgação/ GOVBA
Foto: Divulgação/ GOVBA

Rui Costa assinou na China o memorando com a China Railway Engineering Corporation (Crec 4), fato que abre oficialmente os entendimentos para a construção da ponte Salvador-Itaparica e o Sistema Viário do Oeste (SVO).

O memorando abre as portas para os chineses realizarem estudos de viabilidade complementares técnicos e ambientais. Eles têm 30 dias para apresentar um cronograma de trabalho.

Em miúdos, os chineses vão poder meter o bedelho oficialmente. Com expertise em construção de longas pontes, nas conversas preliminares eles olharam o projeto e fizeram algumas considerações informais.

Uma delas: o projeto da ponte já pronto prevê uma altura de 125 metros. Acharam alta demais. Com 100 metros de altura, ficaria de bom tamanho.

Oficialmente Rui se encontra com Temer neste fim de semana em Xiamen, onde ocorre a reunião. Na pauta está também a Fiol e o Porto Sul, em Ilhéus.

Diz João Leão, o pai da Fiol e homem que toca a ponte agora:

— Na China, Rui e Temer estão falando a mesma língua, o mandarim.

Engenharia financeira

A ponte Salvador-Itaparica e o Sistema Viário do Oeste (SVO) vão custar R$ 7,671 bilhões, assim distribuídos:

1 — A ponte em si tem um custo estimado de R$ 6,6 bilhões.
2 — R$ 230 milhões são para a construção de 4,2 quilômetros de viadutos (passam por cima da área de São Joaquim) e mais dois túneis ligando a Via Expressa à cabeceira da ponte.
3 — Outros R$ 169 milhões para a duplicação da Ponte do Funil, que liga a ilha de Itaparica ao continente.
4 — R$ 183 milhões serão para a construção de uma via segregada no miolo da ilha para a passagem de veículos pesados.

O resto é para a duplicação das estradas até Santo Antonio de Jesus em num lado e Valença no outro, além de um contorno em Nazaré. Pelo projeto, a empresa parceira entrará com 75%, a Caixa Econômica com 5% e os governos, baiano e federal, com 20%.

Resta saber se a crise, com os seus imbricamentos políticos na Bahia, vai deixar.

Os chineses interessados são os mesmos que acabaram de construir, na China, a ponte que liga Hong Kong, Zhuhai e Macau, com 50 quilômetros de extensão.


Levi Vasconcelos é Jornalista político, Diretor de Jornalismo do Bahia.ba, e titular da Coluna Tempo Presente do Jornal A Tarde.


SP-225 tem mais 10 km liberados

02/09/2017 - JC Net

Mais um trecho com pista duplicada vai do quilômetro 280 ao 290, entre os municípios de Paulistânia e Espírito Santo do Turvo, na rodovia Bauru-Ipaussu
  
Cart/Divulgação
Em poucos dias, Cart liberou para o tráfego 28 quilômetros de rodovia duplicada da SP-225

Nesta sexta-feira (1), a Concessionária Auto Raposo Tavares (Cart) liberou para o tráfego mais 10 quilômetros de trecho duplicado da rodovia João Baptista Cabral Rennó (SP-225), entre as cidades de Paulistânia (Km 280) e Espírito Santo do Turvo (Km 290 mais 500 metros).

O condutor que segue sentido Santa Cruz-Bauru (pista leste) acessa o início da nova pista no km 290 e segue com rodovia duplicada até o km 280, onde há um estreitamento de pista para a faixa 2.

Segundo a concessionária, o trecho entre os Kms 280 e 274, de pista simples, segue em obras. Após o Km 274, o motorista volta a trafegar na nova pista, com rodovia duplicada até Bauru, no Km 235.

Já o condutor que segue sentido Bauru-Santa Cruz (pista oeste) vai trafegar com rodovia duplicada do km 235 ao Km 274, onde acessa um desvio à esquerda e segue em pista simples até o Km 280. No Km 280, ele voltará a trafegar com rodovia duplicada até o Km 290.

A Cart pede para que os motoristas redobrem a atenção entre os Kms 274 e 280 da SP-225, onde há sinalização de segurança. "O fluxo de veículos segue com pista simples pela extensão de cinco quilômetros para a continuidade de obras de duplicação neste segmento", explica.

MAIS OBRAS

Na última semana, a Cart liberou outros 18 quilômetros da nova pista, entre Piratininga e Paulistânia. "Em poucos dias, totalizamos 28 quilômetros com tráfego fluindo em rodovia duplicada", revela Luís Santos, gerente de operações da concessionária.

Além disso, novos dispositivos de acesso e retorno ficaram prontos nos kms 256 mais 600 metros (Piratininga); 259 mais 800 metros e 267 mais 400 metros (Cabrália Paulista e Duartina) e 273 mais 400 metros (acesso e retorno em Paulistânia).

Neste mês, outros quatro novos dispositivos serão liberados. Moradores de propriedades no trecho em obras da pista oeste que precisam seguir sentido Bauru devem acessar a rodovia sentido Santa Cruz (oeste) até o próximo retorno, em um dos novos dispositivos.

Também estão sendo realizadas melhorias no dispositivo do km 298 mais 800 metros, que dá acesso à rodovia Castelo Branco (SP-280); e instalados câmeras de monitoramento e telefones de emergência a cada quilômetro, em ambos os sentidos.

As obras de duplicação na SP-225 fazem parte do Programa de Concessões Rodoviárias da Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp), com foco na modernização e ampliação da malha paulista.

https://www.jcnet.com.br/Regional/2017/09/sp225-tem-mais-10-km-liberados.html

Trecho de duplicação deve se liberado hoje em Apucarana

01/09/2017 - TN

Renan Vallim

img
A CCR Rodonorte deve liberar nesta sexta-feira (1º) mais um trecho da duplicação da BR-376. Foto: TNOnline

A CCR Rodonorte deve liberar nesta sexta-feira (1º) mais um trecho da duplicação da BR-376. Desde quinta-feira (31/08), funcionários da concessionária já faziam a retirada de desvios em um segmento de quase 6 quilômetros, entre Apucarana e Califórnia. A retirada dos desvios acontece aos poucos e deve se estender ao longo de todo o dia. A empresa frisa que as obras no local ainda não foram finalizadas, mas que a medida foi tomada para melhorar a fluidez do trânsito no trecho.

O trecho liberado tem início a partir do viaduto de acesso ao contorno sul de Apucarana e se estende até o viaduto que dá acesso ao aeroporto municipal da cidade. Com a abertura do trecho, a grande alteração fica por conta da entrada e saída do Distrito de Vila Reis. Até ontem, o acesso principal permitia que veículos entrassem e saíssem da localidade. Com a mudança, o acesso permite apenas a entrada no distrito. A saída só será possível através do viaduto do aeroporto, a cerca de 200 metros da saída antiga.