sábado, 18 de dezembro de 2010

Lula faz agenda no Acre

Enviada em 27 de abril de 2009 – Imprimir esta matéria – Enviar para um amigo
Além do encontro com o presidente peruano Alan Garcia, em Rio Branco, Lula vai a Cruzeiro do Sul inaugurar Aeroporto Internacional
Lula faz agenda no Acre O presidente Lula estará em Rio Branco na próxima terça-feira, 28, para uma reunião com o presidente do Peru, Alan Garcia. Além de participarem de um fórum empresarial, os dois presidentes assinam acordos bilaterais no Palácio Rio Branco, entre eles um convênio de integração energética, que vai exigir investimentos de mais de 4 bilhões de dólares. 
O total de investimentos brasileiros no Peru passa de US$ 2 bilhões, e empresas brasileiras estão presentes naquele país, desenvolvendo variados projetos em áreas como infraestrutura e energia. Segundo o chanceler peruano José Garcia Baraundes, o intercâmbio comercial entre o Brasil e o Peru aumentou muito nos últimos anos, saltando de US$ 724 milhões em 2003 para US$ 3,3 bilhões em 2008. (Foto: Celso Junior/AE)
Esta é a primeira vez que Lula e García se reúnem na capital de um estado fronteiriço. Durante o encontro os dois divulgarão o “Compromisso de Rio Branco”, que anunciará novas medidas para estimular o intercâmbio econômico-comercial, o desenvolvimento fronteiriço e a integração energética. Os Presidentes deverão também participar do encerramento do Encontro Empresarial Brasil-Peru, que prevê rodada de negócios e mostras de produtos brasileiros e peruanos. O objetivo do Encontro Empresarial é desenvolver o comércio na região de fronteira, incentivando o desenvolvimento e a criação de empregos locais. Já estão inscritos para o Encontro mais de 160 pequenos e médios empresários dos dois países.
Outro dos temas de conversa dos presidentes deve ser a data de inauguração da Rodovia Interoceânica Sul, conhecida no Brasil como Estrada do Pacífico. Com inauguração prevista para 2010, a Rodovia finaliza o primeiro eixo multimodal Atlântico-Pacífico, que garantirá o acesso dos produtos peruanos ao Oceano Atlântico e o acesso dos produtos brasileiros ao Oceano Pacífico.
Lula faz agenda no Acre Em Cruzeiro do Sul, Lula inaugura AeroportoJá em Cruzeiro do Sul, a cerca de 700 quilômetros de Rio Branco, Lula vai inaugurar o Aeroporto Internacional e lançar a ordem de serviço para a construção da ponte sobre o rio Juruá, que será a maior ponte sobre um rio ao longo da BR-364 desde o estado de Mato Grosso. 
Depois de três meses operando em caráter experimental, o novo AeroportoInternacional de Cruzeiro do Sul será inaugurado pelo Presidente Lula e o governador do Acre, Binho Marques. Cerca de R$ 34 milhões foram investidos na obra. Para quem chega, painéis em marchetaria brindam os visitantes  com uma das mais belas expressões artísticas da Amazônia. Há isolamento acústico e o projeto de iluminação é especial. As bagagens serão inspecionadas por meio de raio-X e a água da chuva será armazenada e filtrada para a manutenção e limpeza do ambiente e irrigação Lula faz agenda no Acre das plantas.
Em forma de oca indígena, o Aeroporto tem cerca de 4,5 mil metros quadrados de área construída numa proposta arquitetônica que traz a marca da identidade cultural. O aeroporto de Cruzeiro do Sul atende os outros quatro municípios do Vale do Juruá e boa parte dos municípios do sul do Amazonas, sendo referência de embarque e desembarque para uma população de milhares de pessoas.
BR 364
Com importância estratégica para o Acre – já que integra a população de um extremo e outro do Estado – a BR 364 é uma obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). São mais de R$ 500 milhões investidos até a conclusão dos 224 quilômetros que faltam para ligar o  Acre de Rio Branco a Cruzeiro do Sul. O trecho em construção é entre Feijó e Sena Madureira e as obras avançam ampliando a possibilidade de a rodovia ser inaugurada em 2010. No Acre a BR-364 tem 870 quilômetros de extensão, e vai até a fronteira com o Peru. Atravessa o estado de Leste a Oeste e atende a 70% da população acreana.
Lula faz agenda no Acre No ano passado, durante os cinco meses em que esteve aberta ao tráfego, a rodovia registrou aumento de 60% em relação ao verão anterior no fluxo de veículos e transporte de cargas. Além da dificuldade para a execução de uma obra de pavimentação em solo amazônico – que incluem o clima e a carência logística - o Governo do Estado precisa construir cerca de 1,5 quilômetro de pontes sobre os vários rios que cortam a BR entre Sena Madureira e Cruzeiro do Sul.
Ainda durante a visita a Cruzeiro do Sul, o Presidente Lula e o governador Binho marques assinam a a ordem de serviço para a construção da ponte sobre o rio Juruá, uma das maiores da Amazônia. Sua extensão será de  550 metros, com quatro faixas de rolamento e dois passeios distribuídos numa largura entre 18 e 20 metros. A obra faz parte do complexo projeto da BR 364 desde o Vale do Juruá até Rio Branco e está incluída no PAC. O valor total da obra é de aproximadamente R$ 121 mil, com recursos do Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre – DNIT e do governo estadual.
Um dos pioneiros na construção da rodovia, o engenheiro Fernando Moutinho é um dos responsáveis pelo asfaltamento da BR 364 no trecho entre Tarauacá e Cruzeiro do Sul. Para ele, os ensinamentos adquiridos no dia a dia da obra, a sobreposição obrigatória das adversidades e as intensas pesquisas e estudos realizados para entender a natureza da região conferem uma particularidade á pavimentação da Rodovia:  “Não é uma obra, é uma universidade”, afirma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário