segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Nova Rio-Petrópolis pode reduzir tempo de viagem em 20 minutos

18/12/2011 - O Globo

Começa em janeiro construção de túnel que será parte do projeto

LUIZ ERNESTO MAGALHÃES

RIO - As obras para a construção do novo túnel da BR-040 (Rio-Juiz de Fora), que deverá reduzir em cerca de 15 minutos o tempo de viagem entre a capital fluminense e a Cidade Imperial, começam em janeiro. A previsão foi dada pela empresa Concer, que administra a via. Na última terça-feira, a concessionária obteve do Ibama a licença que faltava para iniciar uma série de intervenções na rodovia.

Além do túnel, cujo custo é estimado em R$ 280 milhões, estão previstas outras melhorias ainda sem prazo para começar. Ela fazem parte de um projeto maior da concessionária para reorganizar o tráfego na BR-040. A ANTT estuda a proposta da Concer de ampliar o prazo de concessão em troca dessas obras.

- Vamos começar os trabalhos assim que a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) nos autorizar. Nós esperamos que essa liberação seja dada nas próximas semanas - disse o presidente da Concer, Pedro Jonsson.
Empresa quer ampliar concessão

A Concer administra a BR-040 desde 1996 e tem contrato com a União até 2021. A concessionária quer prorrogar o contrato por mais 20 anos (até 2041) em troca dos investimentos avaliados em R$ 540 milhões. Cerca de 80% do montante viriam de um empréstimo negociado com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que já vai liberar recursos para o túnel. A Concer descarta a hipótese de propor um aumento do pedágio para executar as obras.
- Na realidade, quando a rodovia foi oferecida em concessão à iniciativa privada, esses investimentos já eram previstos como uma atribuição da concessionária. Mas os custos, estimados sem projeto, estavam bem abaixo do volume de investimentos necessários. Pelos cálculos que fizemos, correspondem somente à construção do túnel. O resto da obra dependerá da ampliação do prazo de concessão — explicou o presidente da Concer.

O pacote, que também já foi licenciado pelo Ibama, inclui a duplicação das pistas de descida da Rio-Petrópolis e a criação de novo acesso da BR-040, ligando o Bingen ao Quitandinha, para reduzir o tráfego no centro de Petrópolis. Isso permitiria que a atual pista de subida da Rio-Petrópolis, projetada há quase cem anos, fosse transformada numa estrada-parque. O trecho seria mantido pela concessionária, inclusive as áreas de preservação ambiental. Se todo o pacote sair do papel, a estimativa é que a redução do tempo de viagem do Rio a Petrópolis chegue a 20 minutos.

Leia a íntegra desta matéria na edição impressa desta segunda-feira de O Globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário