quinta-feira, 6 de julho de 2017

SP-333 terá obras de duplicação, marginais, passarelas e ciclovias

05/07/2017 - Governo do Estado de São Paulo

Por meio de concessão, investimento de R$ 3,9 bilhões oferece melhorias em trecho com mais 30 municípios atendidos pela rodovia

A partir desta quinta-feira (6), o eixo da SP-333 entre Florínea e Borborema e algumas rodovias transversais passam a contar com investimento de R$ 3,9 bilhões de sua nova administradora, a Entrevias Concessionária de Rodovias S/A.

A mudança na chamada Rodovia Centro-Oeste se dará em razão da previsão de melhorias e da execução de obras de recuperação exigidas em contrato no Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo.

A transferência foi autorizada nesta quarta-feira (5) pelo governador Geraldo Alckmin em visita a Marília, quando ressaltou o conceito que a concessionária irá implementar em sua administração. “Conceito de rodovia viva! Então, não é só recapear, mas é o conceito de atendimento ao usuário. Atendimento médico, ambulância, resgate, resgate com UTI, atendimento mecânico, guinchos, caminhão para apreensão de animais, guinchos pesados para caminhões”, explicou.

A tecnologia prevista também foi exaltada. “Um sistema moderníssimo de Wi-Fi ao longo da rodovia, pesagem de caminhão em movimento, tecnologia de ponta. Já começa com 23 veículos de serviços: guinchos, ambulância, todo esse trabalho”, comentou Alckmin, citando também as obras imediatas. “Já assume a manutenção da rodovia, recapeamento, regularização, sinalização e investimentos”, completou.

A Entrevias assume desde já 277 quilômetros de rodovias que eram administradas pelo DER (Departamento de Estradas de Rodagem). A ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo) vai acompanhar o trabalho da nova administradora do trecho, que faz parte do eixo da SP-333, entre Florínea e Borborema – algumas rodovias transversais também passam a ser responsabilidade da Entrevias.

O contrato prevê a execução imediata de obras de recuperação e melhorias. Recapear o asfalto e tapar buracos estão entre as prioridades. Além disso, para os próximos 12 meses, o acordo estipula a entrega da duplicação da Rodovia Dona Leonor Mendes de Barros (SP 333), entre o km 314,4 e o km 323. Ainda no primeiro ano de contrato estão previstos investimentos de mais de R$ 160 milhões.

“A obra mais imediata tem que estar pronta até julho do ano que vem, o contorno de Marília. Ali nós teremos 8,6 km de duplicação, sendo 4 km praticamente de marginais, 14 km de ciclovias, dispositivos de acesso e oito passarelas. E será duplicada toda a rodovia”, disse o governador.

O investimento total garantido é de R$ 3,9 bilhões durante os 30 anos da concessão. A expectativa é a nova administração proporcionar o desenvolvimento regional com ampliações na infraestrutura rodoviária, levando maior fluidez e segurança aos usuários das rodovias.

Além das obras, a Entrevias já conta com a infraestrutura necessária para atender bem o cidadão, outra exigência do contrato. Estão prontos para operar o Centro de Controle de Informações e um canal 24 horas de atendimento ao usuário (0800 3000 333). Nas rodovias, oito bases do Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), oito ambulâncias, seis guinchos e nove veículos operacionais estão disponíveis.

Para o início das ações já foram contratadas 150 pessoas, mas a concessão deve gerar até 1.100 postos de trabalho. Entretanto, além dos empregos diretos, o governador exaltou o impacto que a melhoria da rodovia trará para a economia local.

“Nós estamos na capital do alimento, uma das melhores cidades do Brasil em qualidade de vida, saldo de emprego positivo, muitas empresas vindo pra cá… E com essa boa infraestrutura vai ficar ainda melhor”, comentou Alckmin em Marília.

Além da malha de rodovias entre Florínea (no limite com o Paraná) e Borborema (na região central do Estado), a partir de março de 2018 a Entrevias assumirá o trecho de 294 quilômetros atualmente delegados à Concessionária Vianorte.

Nesta segunda transição haverá redução média de 19% nos valores de pedágio em operação no trecho. Adicionalmente, em todas as praças deverá ser praticado desconto de 5% na tarifa para os usuários que optarem pelo pagamento eletrônico (com tags).

Nenhum comentário:

Postar um comentário