segunda-feira, 27 de maio de 2013

Duas novas faixas da Imies aumentam em 50% a capacidade da pista sentido capital

27/05/2013 - Assessoria de Imprensa 

Com a ampliação, Imigrantes passa a ser a rodovia com maior número de faixas do país

São Paulo, 27 de maio de 2013 - A capacidade de tráfego na pista sentido capital da Rodovia dos Imigrantes (SP-160) está sendo ampliada em 50% entre o km 26,2 e o km 39,7 hoje, com a inauguração da 5ª e 6ª faixas de rolamento. Isso representa aumento da capacidade para até mais de 4.000 veículos por hora no trecho. O tempo de viagem entre o Litoral e a Região Metropolitana de São Paulo pode ser reduzido em 15 minutos nos dias de tráfego intenso. O investimento total para a construção dos 13,5 quilômetros das 5ª e 6ª faixas no trecho foi de R$ 33,8 milhões.

A entrega da 6ª faixa (cujo investimento foi de R$ 13,9 milhões) ocorre cinco anos antes do previsto no cronograma do contrato com a concessionária Ecovias, que executou a construção, sob a fiscalização da ARTESP (Agência de Transporte do Estado de São Paulo). Pelo contrato, essa obra deveria começar em 2017, com entrega no ano seguinte. Já a conclusão da 5ª faixa (investimento de R$ 19,9 milhões), iniciada em maio do ano passado, ocorre no prazo estabelecido pelo cronograma. Participaram da cerimônia de entrega das novas faixas o governador Geraldo Alckmin, o Secretário de Logística e Transportes do Estado, Saulo de Castro Abreu Filho, e a diretora geral da ARTESP, Karla Bertocco Trindade.

O trecho com novas faixas vai da Interligação Planalto (km 39,7) até o acesso ao Trecho Sul do Rodoanel (km 26,2), área de tráfego intenso na volta dos feriados, pois parte dos veículos da Rodovia Anchieta (SP-150) utiliza a Interligação Planalto para seguir viagem pela Imigrantes. Após o km 26,2, a fluidez é maior, já que muitos motoristas seguem pelo Rodoanel. Atualmente passam pelo trecho ampliado 32,5 mil veículos por dia, em média. A inauguração das novas faixas vai garantir bons níveis de fluidez durante, pelo menos, nos próximos dez anos. Outros benefícios, além da redução no tempo de viagem, serão redução nos congestionamento e maior segurança aos usuários da rodovia.
A ampliação da pista ocorreu principalmente na parte interna da rodovia, com aterramento do canteiro central para adequação do talude, e adequações do sistema de drenagem, de dispositivos de segurança e da sinalização. As novas faixas de rolamento têm 3,6 metros de largura. Diferente do restante da obra, na altura do km 32, na Praça de Pedágio Piratininga, o alargamento ocorreu no lado externo, com escavação de talude. Houve ampliação de pontes e viadutos nos kms 28, 33, 35 e 38. Foram criados 300 empregos durante as obras.
Repasse de ISS. Além de viabilizar as obras, o Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo também favorece os municípios cortados por rodovias da malha concessionada com o repasse de ISS-QN (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza). O imposto incide sobre a tarifa de pedágio desde 2000. Até o final de 2012, o repasse foi de R$ 117,9 milhões para Prefeitura de São Bernardo do Campo, município onde se localiza o trecho da Imigrantes em que foram entregues a 5ª e 6ª faixas da pista norte. Só em 2012 foram R$ 17,4 milhões repassados ao município. A transferência é feita para 256 prefeituras, proporcionalmente à extensão da rodovia que atravessa o município.


Assessoria de Imprensa 
Secretaria Estadual de Logística e Transportes 
(11) 3702-8111 - 8116

Nenhum comentário:

Postar um comentário