sexta-feira, 30 de julho de 2010

Governo federal lança obras de duplicação no RS

Transportes Agora - MT
29/07/2010 - 18:18


O ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, participou, nesta quinta-feira (29), de solenidade para lançamento de ações do governo federal, no Rio Grande do Sul, onde deu ordem de serviço para duplicação da BR-386, no trecho entre Tabaí e Estrela. Durante evento simultâneo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou o edital de licitação para a duplicação da BR-116, entre Guaíba (RS) e Pelotas (RS). As obras rodoviárias totalizam investimentos de mais de R$ 1,1 bilhão. 

Em Estrela, o ministro afirmou que a duplicação da BR - 386 vai beneficiar, direta e indiretamente, 36 municípios. "Essa obra serve para dar qualidade a uma rodovia que se oferece como corredor da circulação de pessoas, veículos e cargas que vêm da região central e do Oeste do Estado e que se servem da BR-386", esclarece. 

As obras na rodovia terão um investimento de R$ 150 milhões. A extensão das vias duplicadas soma 34 quilômetros, entre Tabaí e Estrela. A BR tem a função de escoar as safras agrícolas do estado e beneficia cerca de 30% da população do Estado, ao longo de seus 454,9 km de extensão. 

Trata-se de uma importante via no contexto econômico e de infraestrutura de transportes do Mercosul, especialmente devido à ligação com a rodovia BR-285/RS, no trecho Carazinho - São Borja, que propicia o acesso ao território argentino através da ponte São Borja - Santo Tomé. A obra está prevista para ser concluída até agosto de 2013. 

Já a duplicação da BR-116/RS, no segmento entre Guaíba, na região metropolitana da capital, e Pelotas, denominado Lote 4, vai demandar um investimento de R$ 968 milhões. As obras estão inseridas no eixo rodoviário Porto Alegre-Rio Grande, onde a produção gaúcha pode ser exportada por meio do Porto de Rio Grande. 

Com uma extensão de 210 quilômetros, a implantação da BR-116/RS, em especial o trecho Porto Alegre - Jaguarão, assumiu maior expressão, nos últimos anos, também com o MERCOSUL, em decorrência do aumento do intercâmbio e a necessidade da melhoria e modernização das vias de transporte. A obra está prevista para ser concluída até dezembro de 2013. 

Em discurso, o presidente Lula afirmou que o governo federal paga por mês, este ano, o que conseguiu investir por todo o ano de 2002. "Nos últimos quatro meses, o governo federal pagou R$ 1 bilhão por mês," informou. "Falo sem medo de errar: não há momento, na história deste país, em que o governo pagou as obras contratadas tão em dia como nós pagamos", disse o presidente.

Ministério dos Transportes
Assessoria de Comunicação
Fones: (61) 2029-7038/7039

Nenhum comentário:

Postar um comentário