quinta-feira, 15 de junho de 2017

DER discute estudo ambiental da duplicação da Rodovia AL-220

14/06/2017 - Agência Alagoas

Órgão fez apresentação durante audiência pública à população dos municípios no entorno rodoviário


Promovida pelo Departamento de Estradas de Rodagem de Alagoas (DER-AL),  foi realizada na terça-feira (13), no município de Campo Alegre, audiência pública para discussão Estudo de Impacto Ambiental (EIA) referente às obras de duplicação da Rodovia AL-220.

Durante a audiência, o DER apresentou, além do estudo, o projeto da obra de duplicação à população dos municípios de Campo Alegre, São Miguel dos Campos, Limoeiro de Anadia e Arapiraca, que serão diretamente afetados pela obra. Na oportunidade, os participantes puderam dirimir dúvidas, e entender como será realizado o funcionamento dos serviços.

O superintendente de planejamento do DER, Sebastião Braga Mota, explica que a duplicação irá trazer benefícios como na segurança e conforto dos usuários, na redução dos custos de viagem, tempo de operação de toda a frota circulante, fomento ao desenvolvimento de toda a área no entorno e ainda facilitar o escoamento da produção, tanto no sentido Maceió-Arapiraca, quanto o contrário, o que garante também a atração de investimentos para a região.

“Penso que o objetivo foi atendido, que foi de esclarecer para toda a população do entorno da rodovia, os impactos que a duplicação iria provocar, a obra, e sobre como a população será beneficiada”, explica o superintendente.

Participaram da audiência, representando o diretor-presidente do DER-AL, Helder Gazzaneo, o gerente de planejamento e acompanhamento do órgão, Alfredo Lima. Também estiveram na audiência a prefeita de Campo Alegre, Pauline Pereira, o prefeito de Limoeiro de Anadia, Marcelo Rodrigues, e vereadores e autoridades dos municípios circunvizinhos.

A audiência pública contou com o apoio da câmara municipal e da prefeitura de Campo Alegre.

Projeto

A expectativa do DER-AL é que a obra de duplicação da AL-220, do trecho que vai de Arapiraca, no entroncamento das AL-110 e AL-115 ao município de São Miguel dos Campos, no entroncamento com a BR-101, tenha a Ordem de Serviço assinada no mês de novembro. A obra deve durar dois anos e os investimentos girem em torno de R$ 170 milhões.

Ao todo serão duplicados 63,4 quilômetros de extensão. O processo de licitação foi deflagrado para elaboração e será dividido em dois lotes. Essa ação tem como objetivo aumentar a concorrência e diminuir os custos da obra. 

DER apresentou, além do estudo, projeto da obra de duplicação à população dos municípios de Campo Alegre, São Miguel dos Campos, Limoeiro de Anadia e Arapiraca.

Nenhum comentário:

Postar um comentário