sexta-feira, 29 de outubro de 2010

SP: Governo entrega obras de ampliação e reforma na Via Anhaguera, em Sumaré

29/10/10 - SP Notícias

Investimento de R$ 41 milhões foi usado em novas marginais, trevos, viadutos e passarelas que beneficiam diretamente a população da Região Metropolitana de Campinas

Milton Michida
Infraestrutura rodoviária da Região de Campinas é beneficiada pelo Programa de Concessões Rodoviárias do Estado
Infraestrutura rodoviária da Região de Campinas é beneficiada pelo Programa de Concessões Rodoviárias do Estado

O governador Alberto Goldman e o secretário dos Transportes, Mauro Arce, entregaram nesta sexta-feira, 29, as pistas marginais entre os quilômetros 110 e 114 da Via Anhanguera (SP 330), no município de Sumaré. Ao longo desse trecho também foram ampliados dois trevos e duas passarelas, além de construído um novo viaduto de retorno. Outro viaduto foi implantado no km 96,3, em Campinas. Executadas pela concessionária AutoBan, sob fiscalização da Artesp, as obras foram viabilizadas pelo Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo.

As novas ampliações da malha viária beneficiam cerca de um milhão de moradores da Região Metropolitana de Campinas, assim como os demais usuários da Rodovia Anhanguera. Ao reordenar o tráfego local, que agora poderá ser feito pelas pistas marginais, as obras garantem melhor fluidez e segurança para 50 mil veículos que circulam diariamente pelas pistas norte e sul da rodovia, em Sumaré. Já o trecho do novo viaduto em Campinas atende um volume diário médio de 66 mil veículos. "A população cresce, o volume de transporte aumenta brutalmente. (Sumaré) é uma região de passagem, passa todo o transporte que vem do norte do estado e para a Região Metropolitana. Nós temos uma imensa quantidade de riqueza que passa por aqui. Essa é uma região de um crescimento imenso e rápido", afirmou o governador.

As obras foram entregues dentro do prazo contratual e geraram 250 postos de trabalho diretos durante a execução.


Localização das ampliações na Rodovia Anhanguera

- novas vias marginais entre o km 110 e o km 114 na pista norte e entre o km 112,9 e o km 113,56 na pista sul
- novo viaduto no km 109,2
- novo viaduto no km 96,3
- reformulação do trevo do km 112,9
- reformulação do trevo do km 113,6
- prolongamento da passarela do km 109,2
- prolongamento da passarela do km 111,5

Região Metropolitana de Campinas

A infraestrutura rodoviária da Região de Campinas vem sendo beneficiada pelo Programa de Concessões Rodoviárias do Estado desde sua implantação, em 1998. O Sistema Anhanguera-Bandeirantes recebeu nesse período investimento de 2,5 bilhões de reais (valores em moeda corrente) em obras de melhoria e ampliação. Entre os investimentos estão os 12 quilômetros de pistas marginais e os 21 novos viadutos inaugurados em maio deste ano na Via Anhangüera, no trecho de Campinas. Desde o início da concessão, e ao longo do Sistema, foram construídos 72 dispositivos de acesso/retorno, 29 passarelas, sete pontes, cinco viadutos, 77 quilômetros de novas pistas, 76 quilômetros de faixas adicionais, 35 quilômetros de vias marginais e executados 478 quilômetros de recapeamento.

Já o lote rodoviário do qual faz parte a Rodovia Gov. Dr. Adhemar Pereira de Barros (SP 340), que também atende a região de Campinas, recebeu investimento de 651 milhões de reais em obras. Outros 945 milhões foram investidos no lote da Rodovia Santos Dumont (SP 075).

Com a retomada do Programa de Concessões os benefícios foram ampliados para os corredores D. Pedro I e Marechal Rondon Leste, ambos integrantes da Região de Campinas. Para o Corredor D. Pedro I estão garantidos 2,2 bilhões de reais em investimentos que incluem a já iniciada duplicação da SP 360, entre os municípios de Jundiaí e Itatiba, e a implantação da via perimetral de Itatiba, o prolongamento do anel viário de Campinas até a Rodovia dos Bandeirantes e o Aeroporto de Viracopos, e a duplicação da SP 332, entre os municípios Engenheiro Coelho e Conchal. No Corredor Marechal Rondon Leste serão investidos 1,4 bilhão de reais. Entre as principais obras estão a duplicação da Rodovia do Açúcar (SP 308) de Salto à Rio das Pedras, a duplicação da SP 101 de Hortolândia/Campinas à Capivari, a duplicação da Rodovia Marechal Rondon no trecho de Laranjal Paulista e a construção do Contorno de Piracicaba, na Rodovia do Açúcar.

Programa de Concessões Rodoviárias 

O Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo teve início em 1998 com a concessão de 12 lotes de rodovias. Os investimentos já realizados na malha dessa 1ª Etapa somam 17,3 bilhões de reais (valores atualizados). O principal resultado são viagens muito mais confortáveis e seguras: o índice de mortos nas rodovias concedidas está 40,9% menor em relação ao ano de 2000. Além disso, essas rodovias figuram entre as melhores do País, de acordo com avaliação da Confederação Nacional dos Transportes.

Em 2007 o Governo do Estado iniciou a 2ª Etapa do Programa. Foram concedidos cinco corredores rodoviários (Marechal Rondon Oeste, Marechal Rondon Leste, Raposo Tavares, D. Pedro I, Ayrton Senna-Carvalho Pinto) e o Trecho Oeste do Rodoanel Mário Covas, totalizando 1.747 quilômetros. Esta nova etapa garante investimentos de 8 bilhões de reais em obras, além de 14 bilhões em serviços operacionais.

Da Secretaria dos Transportes

Nenhum comentário:

Postar um comentário